1
2
3
4
5
 
 
 
Luar do Sertão
Início: 20:00 - Término: 22:25
Com: Caio
» Ver toda programação
» Peça sua música
 
Novembro-Azul-200x100.jpg
 
 
 
Um alô especial para minha madrinha Zenita, para minha tia Teresa e para todos os meus familiares de Rio do Ouro Itaió Sertão e Garganta. Desejo uma abençoada semana com muita paz e saúde. Um grande abraço....
Janaína Borges Weiss - Salete/SC
15/10/2018 - 17:29
-----------------------

Boa tarde pra todos os ouvintes. Quero pedir uma música da banda universitaria .o troco...
edineia grossel - Barra velha/sc
10/08/2018 - 15:38
Resposta: Rodando já a sua musica, Edinéia. Boa tarde
-----------------------

estamos asistindo olaine o progama manda um abraços a todos os meus amigos e para meu pai albino e mae rita irma fatima...
odirlei stopa - santa terezinha/Santa Catarina
20/07/2018 - 20:46
Resposta: Opa, obrigado pela sintonia, abraços!
-----------------------

boa noite amigo caio ,estou em casa assistindo luar do sertão tudo de bom , um abraço a todos ,ao GENESIO ,,PINHEIRO,E AOS OUVINTE DE MODO GERAL, UMA BOA NOITE.....
negao - rio do campo/sc
15/06/2018 - 20:34
Resposta: Obrigada pela audiência de sempre, abraço!
-----------------------

boa noite Caio!! Estou assistindo seu programa, boa noite a todos os terezinhenses, um abraço a todos !...
negao - rio do campo/sc
08/06/2018 - 20:33
Resposta: Abraço aos Rio Campenses
-----------------------

Boa tarde! Qualquer música será bem vinda, Duda. Fico no aguardo aqui de longe....Rio de Janeiro. Obrigado!...
Sergio Marques - Rio de Janeiro/RJ
19/05/2018 - 14:40
Resposta: Abraço Sergio
-----------------------

bom dia um abraço pra todos ai em Santa Teresinha em especial pra meu pai Anivaldo Borges o tio Borges de seu filho Ivonei de sao bento do sul te amo pai...
ivonei jose borges de lima - sao bento do sul/santa catarina
18/05/2018 - 11:45
Resposta: Opa, boa tarde. Já vai sair seu alô, abraços para o pessoal sintonizado ai em São Bento do Sul.
-----------------------

Grande Amigo Edson. Parabéns a você nesta data tão especial. Que seja sempre este excelente comunicador, animador, pessoa acessível e verdadeira. Saúde e Paz Amigo Edson....
LUIZ CARLOS TECZAK - SANTA TEREZINHA/SC
10/05/2018 - 8:40
Resposta: Opa Luiz. Muito obrigado! Um grande abraço amigo véio
-----------------------

manda um abraço meu pai ai o tio borges de seu filho Ivonei de sao bento...
ivonei jose borges de lima - sao bento do sul/sc
09/05/2018 - 11:48
Resposta: Opa, boa tarde Ivonei, abraços para o pessoal de São Bento do Sul.
-----------------------

Oii boa tarde manda um alo pro meu pai Amilton que estará de aniversário amanhã e pra minha mãe Romilda e minha mana Letícia...
Débora Larissa custódio maciel - Navegantes/Sc
26/04/2018 - 16:20
Resposta: Opa, obrigada pela sintonia Débora, abraçoooos.
-----------------------

ola abraço para todos vc ai da radio e especial para minha mae Licia e para meu pai Lourival.Estou ligado sempre na 87,9....
Ivano rodrigues de marafigo - sao bento do sul/sc
14/04/2018 - 8:48
Resposta: Opa, obrigada pela sintonia, abraçooos, boa semana.
-----------------------

Oi Edson queria manda um alô pro pessoal ai da rádio pro seu aristides ali de Rio do campo só curtindo a radio...
Solange pereira dos santos - Joinville/Sc
29/03/2018 - 11:07
Resposta: Olá, bom dia Solange, obrigada pela sintonia e participação, abraço para vocês de Joinville!
-----------------------

alo ,amigo caio ,to na escuta abraço a todos,......
negao - rio do campo/sc
09/03/2018 - 21:12
-----------------------

manda um alo pra toda familia hipolito de rio do campo eh tbm para vilmar pavalak eh sua familia......
mathyas hipolito - ilhota/Santa Catarina
23/01/2018 - 12:59
-----------------------

boa noite gente linda...
marcos r silva - brusque/sc
27/11/2017 - 22:02
-----------------------

Boa tarde manda um alozao pro todos ouvintes e tenho bom fina de semana ha todos toca ai senhorita Victor e leo...
Claudinei beiger - Santa Terezinha/Santa Catarina
04/11/2017 - 14:44
-----------------------

Estamos na sintonia aqui de Itajaí. Abraço para a família Caetano!...
Alisson José de Jesus - Itajaí/Santa Catarina
23/09/2017 - 12:25
-----------------------

oi aqui é a Haisla gostaria de mandar um alo para toda minha família amarante de Colonia Ruthes ST. E para todos os ouvintes. Se possível toca a musica trem bala... Agradeço...
HAISLA ALANA AMARNTE - Santa Terezinha/Santa Catarina
23/08/2017 - 15:57
-----------------------

Oi um alô para todos os ouvintes...
Edineia Grossel - Barra velha/Santa Catarina
15/08/2017 - 20:30
-----------------------

Alo para todos os ouvintes e para o locutor Édson e ta bom o café...
Edineia - Barra velha/Santa Catarina
02/08/2017 - 10:41
Resposta: Ok, já vai sair! :)
-----------------------

------------------------

» Enviar recado

» Ver todos os recados
 
2003-balao-radio-1-2.jpg
 
 
 
« Voltar



 

Desvalorização do real e cotação internacional do trigo explicam alta.

Desde julho, os preços de produtos à base de trigo, como massas alimentícias, pães e biscoitos, além da própria farinha de trigo, já aumentaram em até 10%, segundo estimativas de entidades que representam a indústria do setor no país. O percentual representa cerca de 40 vezes a variação da inflação média dos últimos dois meses, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que subiu 0,24% entre julho e agosto.

A principal explicação para a inflação dos alimentos à base de trigo está na dependência externa que o Brasil tem do produto combinada com as recentes oscilações do dólar e do preço do produto no mercado internacional. O trigo é um dos poucos grãos que o Brasil tem que importar de outros países para abastecer o mercado doméstico.

Pelos dados mais recentes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o país deve produzir 5,2 milhões de toneladas de trigo em 2018 e comprar do exterior mais 6,3 milhões de toneladas, a maior parte oriunda da Argentina, seguida de países como Estados Unidos, Paraguai, Uruguai e Rússia.

Oscilação de preço

Economistas confirmam o cenário descrito pelos produtores do setor. “No caso do trigo, o Brasil importa mais da metade da demanda interna. Assim, maiores taxas de câmbios terão impacto direto sobre os mercados atacadista e varejista. Além disso, no primeiro semestre de 2018, os preços internacionais subiram, diante da menor oferta mundial. O Brasil também foi impactado pelos maiores preços na Argentina, diante das incertezas quanto ao tamanho da safra desta temporada”, explica o professor Lucílio Alves, pesquisador do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepe), ligado à Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo (USP).

O preço do trigo, que é um dos principais produtos negociados na Bolsa de Chicago (CME Group), nos EUA, chegou a atingir US$ 197,80 (R$ 819) por tonelada em agosto, o maior valor desde julho de 2015. Na parcial de setembro, o preço caiu um pouco, para US$ 181 (R$ 749,34), mas ainda bem superior à média do início do ano (US$ 158,91/ton em janeiro).

Além disso, como o preço internacional do produto é calculado em dólar, a desvalorização do real aumenta seu custo de importação. No ano, o dólar se valorizou ante ao real em 22,86%, no acumulado até agosto. Somente no mês passado, essa valorização foi de 8,45%.

Preço por produto

De acordo com Cláudio Zanão, presidente-executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias, Pães e Bolos industrializados (Abimapi), os maiores aumentos acumulados desde julho afetam principalmente o macarrão e o pão de forma, que tiveram cerca de 10% de aumento no período. Esses alimentos foram os mais afetados porque o volume da farinha de trigo empregada na produção representa entre 60% e 70% do custo final do produto.

No caso do biscoito, cuja farinha de trigo representa cerca de 30% do custo, o aumento no preço foi de cerca de 5% nesse período, de acordo com Zanão. Segundo ele, esses aumentos foram, em média, o repasse da indústria e dos supermercados para o consumidor final no varejo. O dirigente também afirmou que a elevação do preço do trigo ainda não se estabilizou.

“Infelizmente, a má notícia é essa. O trigo aumentou, mas não quer dizer que [o aumento] já acabou. Se o mercado internacional continuar oscilando e o câmbio também continuar oscilando para cima, os preços tendem a aumentar mais”, acrescenta Zanão, para quem esses aumentos já devem estar repercutindo no bolso do consumidor. “Quando você aumenta preço no varejo, diminui o consumo, por isso que supermercado não gosta de aumentar preço, mas já foram reduzidas todas as margens e o repasse começa a ser inevitável”.

O repasse da alta do trigo ao consumidor também está sendo absorvido, em parte, pelos moinhos. “Houve um pequeno repasse no custo do trigo para o mercado interno, mas é difícil porque impacta no consumo e a economia ainda está desacelerada”, reconhece Rubens Barbosa, presidente da Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo).

O empresário diz ainda que só não houve uma disparada maior nos preços porque este mês começa a colheita da safra brasileira do produto nos estados Paraná e no Rio Grande do Sul, que são os dois principais produtores do país.

Outros custos

Para o setor de padarias, que comercializa o tradicional pãozinho francês, a oscilação no preço do trigo, apesar de importante, não é a principal preocupação no momento. Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (Abip), o gasto com mão de obra representa atualmente 40,6% do custo do setor. Gastos com energia elétrica (14,4%) e impostos (15,2%) também são apontados como fatores de custo relevantes nos últimos anos.

A Abip diz ainda que não orienta o repasse de nenhum tipo de aumento de preço ao consumidor final, já que essa decisão cabe exclusivamente aos donos de padaria. Ainda segundo a entidade, mais de 41 milhões de pessoas passam pelas 70 mil padarias do país, diariamente. O segmento emprega 2,6 milhões de trabalhadores direta e indiretamente.

Crise na Argentina

Outro fator que preocupa a indústria brasileira é o agravamento da crise econômica na Argentina, que vive superdesvalorização de sua moeda, o peso, o que fez com o que o governo de lá decidisse aplicar um imposto de exportação ao setor agrícola. Mais de 80% do trigo importado pelo Brasil vêm justamente do país vizinho.

“A situação continua incerta. Até dois dias atrás, ainda não estava certo se os contratos que tinham sido negociados antes dessas medidas do governo argentino seriam afetados ou não”, aponta Rubens Barbosa, da Abitrigo.

Na semana passada, o presidente da Argentina, Maurício Macri anunciou a criação de um novo imposto aos exportadores de produtos primários, como grão e minérios, que deverão pagar ao governo quatro pesos para cada dólar vendido. Os exportadores dos demais produtos pagarão uma taxa menor, de três pesos para cada dólar obtido.

Tabela do frete

Além da crise na Argentina, os impactos da nova tabela do frete (Lei nº 13.703/2018) ainda podem ampliar a inflação dos produtos à base de trigo. “O pessoal não está correlacionando muito isso, mas a nova tabela pode ter impacto no preço do trigo também”, aponta Barbosa.

Segundo o professor Lucílio Alves, da Esalq/USP, “as incertezas sobre o impacto que a nova tabela terá sobre os custos da produção travaram as negociações em praticamente todo o mercado de grãos e fibras, impactando também os preços no atacado e varejo”.

Fonte: DAV

 
BOLSA DE NEGÓCIOS
 
Peça sua música! Clique aqui.
 
 
Acompanhe-nos através de suas redes sociais favoritas:
    
 
01   PERFIL DURãO
Thaeme e Thiago - (Part. Jerry Smith )
02   CALA BOCA E BEIJA LOGO
Adson e Alana
03   SOFAZINHO
Luan Santana - (Part Jorge e Mateus)
04   AGORA EU PEGO MESMO
Wesley Safadão
05   CPF - CACHAçA, PICANHA E FUMAçA
Antony e Gabriel
06   CASA DA MãE JOANA
Marília Mendonça - (feat Henrique e Juliano)
07   EU VIVO PRA TE AMAR
Zezé Di Camargo e Luciano
08   MEU AMIGO RADIALISTA
Banda San Marino
09   MUDEI
Banda Portal da Serra
10   NETFLIX
Atitude 67
 
Nenhuma enquete ativa para exibir!