1
 
 
 
PROGRAMAÇÃO DE VERÃO PRINCESA FM
Início: 20:05 - Término: 23:55
Com: Sônia Castilho e Marquinhos Freitas
» Ver toda programação
» Peça sua música
 
 
 
Ola ! não jogue lixos eletrônicos na rua agende uma coleta na tua residencia ou na casa FNº 42 99865-9000/ 42 3231-2129 e mantenha curtindo a radio Princesa FM onde você liga e se liga....
sindey - Carambei PR/parana
29/03/2017 - 17:50
-----------------------

Qual o nome da musica que tocaram agora as 20:05 mais ou menos, musica em ingles e na sequencia tocaram uma brasileira... Passem o nome das musicas!...
tinho - Ponta grossa/Paraná
12/03/2017 - 20:45
-----------------------

Quero pedir a musica,,anormais do brunno carvalho,,dedicar p/m/amigo jonnas tadeu com amor e carinho,,obrigada...
keyla shibata - londrina/pr
03/03/2017 - 17:00
-----------------------

Bom dia! Parabéns pela excelente comunicação! Adoro vocês! Rosi...
Rosi - Campo Grande/MS
21/02/2017 - 8:32
-----------------------

Oi queridos, simplesmente amo essa rádio....
Flavio Voit - ponta grossa/pr
09/01/2017 - 10:21
-----------------------

Parabéns rádio muito top...
Daniele Duque - Ponta Grossa/paraná
08/01/2017 - 23:03
-----------------------

OI GALERA MANDEM UM SOM BEM LEGAL PARA A MOÇADA AQUI DO RIO VERDE, TODOS CURTINDO AÍ...
DENER FRANCISCO - Ponta Grossa/paraná
08/01/2017 - 19:25
-----------------------

Oi como faço para ganhar uma camiseta da rádio?...
Daniel Oliveira - Irati/paraná
08/01/2017 - 19:22
-----------------------

Estou sempre ligadinha na Princesa FM...
Marlene Tozer - Ponta Grossa/Paraná
08/01/2017 - 19:21
-----------------------

muito boa a programação da rádio parabéns...
Carlos Michel - ponta grossa/paraná
08/01/2017 - 19:17
-----------------------

------------------------

» Enviar recado

» Ver todos os recados
 
 
 
« Voltar

A atividade da piscicultura no Paraná, em 2016, teve um crescimento de 10%, só não aumentando ainda mais sua produção em função das temperaturas baixas registra

Atualmente existem diferentes canais de comercialização das espécies no Paraná, no entanto, a mais significativa é a indústria de processamento e o carro-chefe é a produção de filé de tilápia congelado.

A atividade da piscicultura no Paraná, em 2016, teve um crescimento de 10%, só não aumentando ainda mais sua produção em função das temperaturas baixas registradas no último inverno em todo o Estado. O frio, os largos períodos de tempo nublado e a baixa luminosidade fizeram com que as águas chegassem a registrar índices negativos, atrapalhando a produção das espécies. Mesmo assim a produção abastece todo o Paraná e mantém a comercialização de peixes em estados vizinhos, principalmente Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro. 

“A piscicultura, apesar de ser uma atividade nova no Paraná, se comparada aos outros trabalhos no campo rural, já representa uma importante fonte de produção de alimento e de geração de renda”, afirma o coordenador estadual da aquicultura e pesca do Instituto Emater, Luiz Danilo Muehlmann. 

O Paraná possui grande potencial para a exploração da piscicultura, atividade de criação de peixes em instalações adequadas, por conta da grande quantidade e qualidade das águas, das coleções de águas disponíveis em represas e das características favoráveis dos solos. A atividade faz parte do grupo de projetos considerados prioritários pela Secretaria de Estado da Agriculturaá para a promoção do desenvolvimento econômico da região. 

O Oeste é o maior polo de criação de peixes no Estado, representando 69% de toda a produção, com atuação em 48 municípios, próximos a Toledo e Cascavel. Segundo dados do Departamento de Economia Rural (Deral), a região é responsável pela produção de 55,5 mil toneladas de peixe por ano, sendo que 96% são de tilápia. Atrás do oeste, está a região norte com 14% da produção e os outros 17% estão divididos entre o sul e noroeste do estado. 

Entre as variedades cultivadas em todo Paraná, a tilápia representa 91% de toda a criação e está mais concentrada na região oeste. Já as espécies nativas compreendem 4,7% da produção e estão concentradas em maior número na região norte. Outras espécies cultivadas são as carpas e os bagres que representam 3,5% e 0,8 % da produção, e estão presentes no sul do Paraná. 

O cultivo das espécies pode acontecer de diferentes sistemas no Estado, e o que predomina é a criação de peixes em tanques de terra ou em viveiros de terra. Mais de 98% da região oeste utiliza esse método. Outro regime utilizado é o desenvolvimento de peixes em tanques-redes, instalados em barragens, como acontece no Vale do Rio Paranapanema. 

RENDA – Segundo técnicos do Deral, a piscicultura permite a obtenção de renda significativa aos produtores que podem utilizar pequenas áreas da propriedade para a criação de peixes. Além disso, a atividade possibilita a sucessão do trabalho rural, ou seja, a inserção de jovens produtores no desenvolvimento da modalidade. 

De acordo com Luiz Danilo Muehlmann, da Emater, os trabalhadores podem usufruir de uma renda adensada, ou seja, um bom valor obtido por meio de uma pequena área. “Com a tilápia, por exemplo, o produtor pode tirar o valor líquido de R$ 0,60 a R$ 1 por quilo de peixe. Por isso, a renda depende muito da quantidade e do tamanho da produção de cada piscicultor”, exemplifica. 

 

CRÉDITOSS http://www.aen.pr.gov.br/

 
Peça sua música! Clique aqui.
 
 
Acompanhe-nos através de suas redes sociais favoritas:
    
 
01   LINKIN PARK (FEAT. KIIARA)
Heavy
02   COLDPLAY
Hymn For The Weekend
03   ED SHEERAN
How Would You Feel
04   JOTA QUEST
Daqui só se leva o amor
05   LANA DEL REY
Love
06   ANAVITÓRIA FEAT.TIAGO IORC
Trevo (Tu)
07   O TEATRO MáGICO
Tudo o Que Faço Pra Ser
08   JAMES ARTHUR
Say You Won t Let Go
09   VANESSA DA MATA
É Tudo o Que Eu Quero Ter
10   TRAIN
Play That Song
 
Nenhuma enquete ativa para exibir!