1
2
 
 
 
Bom Dia Cidade
Início: 08:00 - Término: 12:00
Com: Joselito Barbosa
» Ver toda programação
» Peça sua música
 
 
 
 
« Voltar

Um procedimento inédito, mas ainda polêmico, visa diminuir as chances de que um bebê nasça com alguma doença hereditária.

Um procedimento inédito, mas ainda polêmico, visa diminuir as chances de que um bebê nasça com alguma doença hereditária. Se trata da fertilização in vitro, utilizando dados genéricos de duas mulheres e um homem para a fecundação do óvulo.Na prática, a intenção é evitar a epilepsia mioclônica com fibras rotas vermelhas (síndrome MERRF), que costuma se manifestar ainda na infância e tem consequências graves. Essa doença provoca crises epiléticas, problemas de coordenação motora, surdez e perda de memória.Os cientistas descobriram que essa doença não é causada por má formação em um DNA, mas sim em um dos 37 genes que integram as mitocôndrias. Essas mitocôndrias, por suas vez, são responsáveis por gerar a energia necessária para as células do corpo, mas por alguma razão ainda desconhecida, uma alteração em um desses genes causa a síndrome MERRF.Como as mitocôndrias e o DNA que elas carregam são herdados apenas da mãe, a ideia dos cientistas “é pegar o óvulo da mãe, o espermatozoide do pai e colocar uma mitocôndria nova, tirada de um doador sem relação com o casal”, explica a Super Interessante.“Assim, a mutação sai de campo e uma mulher doente pode ter uma criança saudável. O bebê resultante tem duas mães e um pai do ponto de vista genético. As características hereditárias, porém, vão vir só dos pais de fato – o casal que participou com seu DNA “não-mitocondrial”. Ou seja: o bebê não vai ter o nariz ou os olhos de quem doou a mitocôndria.”.Portanto, uma das mulheres, na verdade, é apenas a doadora de uma mitocôndria saudável. Até que ponto isso lhe torna geneticamente parte da formação do bebê, é outra questão. O fato é que apenas através do cruzamento do óvulo feminino e um masculino a fecundação é possível.A polêmica, na verdade, gira entorno da manipulação genética, especialmente envolvendo outra pessoa além do casal. Até que ponto a intervenção humana em um processo que deveria ser natural, tentando prever algo que não é possível obter 100% de certeza, interfere na formação e equilíbrio da vida humana em geral?


 
Peça sua música! Clique aqui.
 
 
Acompanhe-nos através de suas redes sociais favoritas:
  
 
01   MÚSICA 1 - NOVO SUCESSO JANEIRO 2018!! CREIO EM TI
Artista 1 - ALINE BARROS
02   MÚSICA 2 - O ESCUDO
Artista 2 - VOZ DA VERDADE
03   MÚSICA 3 - 1000 GRAUS
Artista 3 - RENASCER PRAISE
04   MÚSICA 4 - DEPOIS DA CRUZ
Artista 4 - ALINE BARROS
05   MÚSICA 5 - LINDO ÉS
Artista 5 - JULIANO SON/LIVRES
06   MÚSICA 6 - NINGUEM EXPLICA DEUS
Artista 6 - PRETO NO BRANCO (PART. GABRIELA ROCHA)
07   MÚSICA 7 - MONTANHA
Artista 7 - PATRICIA ROMANIA
08   MÚSICA 8 - O MAIOR TROFEU
Artista 8 - DAMARES
09   MÚSICA 9 - A VOLTA POR CIMA
Artista 9 - FLORDELIS
10   MÚSICA 10 - VENHA O TEU REINO
Artista 10 - DAVI SACER
 
O QUE LEVA UM JOVEM A USAR DROGAS ?
Falta de informação
Refugio para os problemas do dia a dia
Falta de estrutura Familiar
Ausência de Deus