Madrugada da Juventude
Início: 00:00 - Término: 05:00
» Ver toda programação
 
 
 
 
 
« Voltar



Um dia após confirmar que  Magno Malta não terá cargo de ministro no início do seu governo, o presidente eleito Jair Bolsonaro disse que a advogada Damares Alves tem grandes chances de assumir o Ministério dos Direitos Humanos, Família e Direitos da Mulher. A profissional é assessora do senador do Espírito Santo e tem boa relação com a bancada evangélica do Congresso.


“Não foi prometido nada para a Damares Alves , mas seria do meu entender uma pessoa extremamente qualificada para desempenhar a função”, afirmou Bolsonaro.

 


O presidente eleito participa neste sábado (01) de uma formatura de cadetes aspirantes a oficiais do Exército na Academia dos Agulhas Negras (Aman) em Resende, cidade em que atuou no período em que foi militar.


 

Damares Alves agrada a bancada evangélica, que também gostaria de ter indicado o ministro da Cidadania. Diante de tantas controvérsias entre os nomes apresentados, Jair Bolsonaro confirmou o deputado Osmar Terra (MDB) na past a, nome que agradou por ter boa relação com a bancada na Câmara, mas que não atua exatamente pelas causas da bancada.

 


Assim como Magno Malta, Damares Alves é pastora evangélica e o fato de ser mulher, agrada o presidente, que não vê motivos em colocar um homem para chefiar uma pasta que cuidará dos direitos da mulher.

 


 

Na última sexta-feira (30), Jair Bolsonaro colocou um fim nas especulações de que o senador Magno Malta poderia assumir um cargo de ministro em seu governo. Evitando polêmicas, o presidente eleito disse que conta com o apoio do político, mas não em ministério.

 


 

“Ele [Magno Malta] sabe que tem o meu respeito. Ele não vai ficar abandonado, mas, por outro lado, ele tem como participar do governo em outra função, fora de um ministério”, disse o capitão reformado.

 


 

Caso Damares Alves seja anunciada como ministra dos Direitos Humanos, da Família e dos Direitos da Mulher, restará apenas o Ministério do Meio Ambiente ser preenchido. Jair Bolsonaro cogitou unir a pasta com a Agricultura, mas uma forte pressão tanto de ambientalista como de empresários do agronegócio fez com que o presidente eleito mudasse de ideia.

 
 
Acompanhe-nos através de suas redes sociais favoritas:
      
 
01   TOMA CRéU
MC MM e Léo Santana
02   MELIM - UM SINAL
Ivete Sangalo
03   BALANCINHO
Claudia Leitte
04   AGORA é TUDO MEU
Dennis DJ e Kevinho
05   PASSA MAL
Marília Mendonça
06   SEXTA DO MAL
MC Zaac
07   MACHISTA
Luan Santana
08   PESQUISA NO GOOGLE
Turma do Pagode
09   Tá DIFíCIL
Márcia Fellipe, Ferrugem
10   NO MEU CORPO Cê NãO KICKA MAIS
Lucas Lucco
 
Nenhuma enquete ativa para exibir!