Programação Normal
PlayList
 
 
 
 
 
« Voltar



O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta sexta (7) que foi dado o primeiro passo para uma moeda única para o Brasil e a Argentina, que se chamaria peso real.


“Paulo Guedes nada mais fez do que dar um primeiro passo para um sonho de uma moeda única na região do Mercosul, peso real”.O presidente deu o exemplo da moeda única da União Europeia: “Como aconteceu o euro lá atrás, pode acontecer o peso real aqui”.


Bolsonaro afirmou que o responsável pela ideia é o ministro da Economia: “Já falei para vocês que meu forte não é economia. Nós acreditamos no ‘feeling’ (intuição), na bagagem, no conhecimento e no patriotismo do Paulo Guedes.”


Ao ser perguntado se uma moeda única com a Argentina não implicaria um preço para o Brasil, o presidente disse que “em todo casamento alguém perde alguma coisa e ganha outras”.


Para Guedes, são os argentinos que queremA ideia interessa mais aos argentinos, segundo o ministro Paulo Guedes.


“Quem está querendo são eles, os argentinos estão animadíssimos. Nós estamos pensando, conversando e conjecturando. Eles abraçaram, aparentemente, a ideia”, disse ele em Buenos Aires.Ele ressaltou que é preciso haver uma convergência de políticas. “Mas a Argentina, parece, vai zerar o déficit este ano. O Brasil está com um déficit pior ainda.”


Banco Central diz que não há estudosO Banco Central havia publicado uma nota em que informa que não há projetos ou estudos sobre o tema, horas antes de o presidente Bolsonaro falar sobre o assunto.


A instituição, que é responsável pela política monetária do Brasil, diz que “há tão somente, como é natural na relação entre parceiros, diálogos sobre estabilidade macroeconômica, bem como debates acerca de redução de riscos e vulnerabilidades e fortalecimento institucional”.


Ministros já discutiram integração em abril, segundo mídia argentinaRelato no jornal argentino “La Nación” diz que uma unificação monetária já foi discutida antes.


Helio Gurovitz: O peso-real não passa de delírioO diário não informa quem passou as informações –a história é atribuída a pessoas próximas ao ministro da Economia da Argentina, Nicolás Dujovne, sem citar nomes ou cargos.

Dujovne teria participado de um encontro no Rio de Janeiro em que o tema foi discutido no dia 26 de abril.


As negociações, segundo o “La Nación”, começaram ainda antes, em Washington, nos EUA, quando Guedes e Dujovne se encontraram em uma assembleia do Fundo Monetário Internacional.


Segundo o relato do jornal, o servidor público do Ministério da Economia argentino teria justificado a coerência da ideia com características parecidas dos dois países. Brasil e Argentina estariam expostos aos mesmos choques de preços –principalmente de com modities.


Além disso, a existência de duas moedas diferentes seria um entrave ao comércio bilateral.

 
 
Acompanhe-nos através de suas redes sociais favoritas:
      
 
01   EU NãO VOU MUDAR
Mano Walter
02   WESLEY SAFADãO
Igual Ela Só Uma
03   NAMORADA PREFERIDA
Adelmario Coelho
04   COBAIA
Lauana Prado
05   SALVOU MEU DIA
WESLEY SAFADÃO
06   RAPARIGA DIGITAL
Naiara Azevedo
07   SOM DA CAIXINHA
Simone & Simaria
08   SAUDADE FT HUNGRIA HIP HOP
Claudia Leitte
09   Lá VEM VIOLA
Harmonia do Samba
10   Á VONTADE
Ivete Sangalo, Wesley Safadão
 
Nenhuma enquete ativa para exibir!