1
2
 
 
 
De Coração para Coração
Início: 00:00 - Término: 06:00
» Ver toda programação
» Peça sua música
 
 
Nenhum recado encontrado!

------------------------

» Enviar recado

» Ver todos os recados
 
publicidade lateral
 
 
« Voltar



“Ficam as lembranças para contar como foi sua vida e restam as saudades para renovar a falta que você fará”. A frase – que define o momento de dor dos familiares e amigos de Paula Estefani Schultz Lopes Lacerda, de 23 anos, assassinada na segunda-feira passada – estava em camisetas, com a foto da jovem, vestidas por um grupo de pessoas que participou da Caminhada pela Paz, organizada pela comerciária Rosa Helena Oliveira, na tarde deste domingo (11/03), na Avenida Francisco Chagas.

O ponto escolhido para concentração das pessoas foi o local onde Paula Estefani foi morta, na segunda-feira (05/03), pelo ex-companheiro Rogério Biscaglia Righi, de 33 anos. O homem perseguiu a jovem por duas quadras e, depois de atropelá-la, a esfaqueou no pescoço.
Também participaram familiares de Danuza da Silva Godinho Madrid, morta pelo ex-marido em 2013, na casa onde morava, no Bairro São Bento.
Outras pessoas que reivindicam leis rigorosas e penas severas para feminicídio e casos de violência contra as mulheres, também participaram do ato inicial e da caminhada, que percorreu as principais ruas da cidade e encerrou na Praça Dr. Fernando Abbott. A vice-prefeita e secretária municipal de Assistência Social, Karen Lannes, também acompanhou o evento.
A saída foi emocionante. Familiares de Paula Estafani choraram em frente ao muro onde a jovem ficou caída após a agressão. Depois, de mãos dadas, as pessoas fizeram um circulo e rezaram o Pai Nosso. Logo após, soltaram balões brancos, que simbolizaram um pedido de paz.
Mais de 100 pessoas participaram da caminhada, que parou, por alguns minutos, em frente ao portão de acesso ao 9º RCB, local onde está preso Rogério, assassino de Paula Estafani.
Familiares dos soldados que estão ingressando no Exército Brasileiro e que estavam em frente a Unidade Militar, aplaudiram o movimento. Os aplausos foram acompanhados pelas pessoas que participavam do protesto.
“Mulher, não se cale. Lute” ou “Justiça, somos todos Paulinha”. E ainda: “Quem ama não mata, não humilha e não maltrata”. Foram algumas das mensagens conduzidas pelos manifestantes.
A organizadora da caminhada, Rosa Helena, disse que espera que a comunidade gabrielense se conscientize. “Nós não queremos mais ver mães sem poder criar os filhos por causa de machismo dos homens que não aceitam a separação”, finalizou.

 
Peça sua música! Clique aqui.
 
publicidade lateral
 
Acompanhe-nos através de suas redes sociais favoritas:
    
 
01   MÚSICA 1 - TREM-BALA
ANA VILELA
02   MÚSICA 2 -AQUELA PESSOA
Henrique & Juliano
03   MÚSICA 3 - HOMEM DE FAMíLIA
Artista 3 - Gustavo Lima
04   MÚSICA 4 - DIA, LUGAR E HORA
Artista 4 - Luan Santana
05   MÚSICA 5 - MEDO BOBO
Artista 5 - Maiara & Maraisa
06   MÚSICA 6 - VOCê ME TROCOU
Artista 6 - Bruno & Marrone, Chitãozinho & Xororó
07   MÚSICA 7 - TãO FELIZ
Artista 7 - Marcos & Belutti
08   MÚSICA 8 - PRONTO FALEI
Artista 8 - Eduardo Costa
09   MÚSICA 9 - PERGUNTE AO DONO DO BAR
Artista 9 - Leonardo
10   MÚSICA 10 - PIRAçãO
Artista 10 - Paula Fernandes
 
Nenhuma enquete ativa para exibir!