1
2
 
 
 
O CHIQUE DO BREGA
Início: 19:00 - Término: 20:15
Com: CARLOS BREITH
» Ver toda programação
» Peça sua música
 
 
 
 
Instale grátis o RadiosNet e ouça nossa rádio  em seu celular ou tablet com Android ou no iPhone e iPads
 
 
« Voltar

Pontífice era contra desligamento de máquinas que mantinham bebê vivo. Bebê morreu na manhã deste sábado (28) após batalha judicial.

O papa Francisco afirmou neste sábado (28) que a ciência deve respeitar limites pelo bem da própria humanidade e que nem tudo é aceitável eticamente.

 

As declarações do pontífice foram dadas após o desligamento das máquinas que mantinham vivo o bebê britânico Alfie Evans, de 23 meses, e que sofria de uma doença cerebral degenerativa.

 

O desligamento foi determinado pela Justiça do Reino Unido. Os pais do bebê, apoiados pelo papa, eram contra a medida. O bebê morreu na manhã deste sábado (28).

 

No Twitter, o papa lamentou a morte do bebê."Fiquei profundamente tocado pela morte do pequeno Alfie. Hoje rezo especialmente por seus pais, enquanto Deus Pai o acolhe com seu afetuoso abraço".

 

No começo da semana, o papa também disse na rede social que renovava seu apelo pelos pais da criança. "Emocionado pelas orações e pela grande solidariedade em favor do pequeno Alie Evans, renovo meu apelo para que seja ouvido o sofrimento de seus pais e seja satisfeito seu desejo de tentar novas possibilidades de tratamento"

 

Ciência é importante, mas deve ter limites 

 

O pontífice participou neste sábado de uma conferência internacional sobre medicina regenerativa organizado no Vaticano e disse que a ciência é uma "forma potente" de compreender melhor tanto a natureza como a saúde humana.

 

"Nosso conhecimento progride com a ciência aumentando os meios e as tecnologias mais sofisticadas que permitem não só olhar a estrutura mais íntima dos organismos vivos, entre eles o homem, mas também intervir neles", disse Francisco.

 

Essa capacidade de intervenção, inclusive de modificação do DNA, foi destacada pelo papa, que fez ressalvas e considerou como fundamental uma maior consciência sobre a responsabilidade ética relativa a esse tipo de processo.

 

"A Igreja elogia todo o esforço de pesquisa e aplicação para curar as pessoas que sofrem, mas lembra que um dos princípios fundamentais é que nem tudo que é tecnicamente possível ou factível é, por si só, eticamente aceitável", disse o papa.

 

"A ciência, como qualquer outra atividade humana, sabe que tem limites a respeitar pelo bem da humanidade", continuou.

 

O papa, que estudou Engenharia Química na juventude, ainda afirmou que muitos dos males poderiam ser evitados se a sociedade prestasse mais atenção ao estilo de vida das pessoas, sobretudo dos mais jovens, expostos ao álcool, ao tabaco e à poluição.

 

Para o pontífice, é necessário refletir sobre a saúde humana em um contexto mais amplo, considerando não só a pesquisa científica, mas também a nossa capacidade de preservar o meio ambiente.

 

G1

 
Peça sua música! Clique aqui.
 
 
Acompanhe-nos através de suas redes sociais favoritas:
  
 
01   DESPACITO
Luis Fonsi part. Daddy Yankee e Justin Bieber
02   AMANTE NÃO TEM LAR
Marília Mendonça
03   EU VOU TE BUSCAR
Gusttavo Lima
04   K.O
Pabllo Vittar
05   PARADINHA
Anitta
06   TRAIDOR
Paula Fernandes
07   DE QUEM É A CULPA
Marília Mendonça
08   ESQUECI COMO NAMORA
Nego do Borel part. Maiara e Maraisa
09   AR CONDICIONADO NO 15
Wesley Safadão
10   TREM-BALA
Ana Vilela
 
QUAL SEU ESTILO DE MÚSICA PREFERIDO?
SERTANEJO
SAMBA / PAGODE
ROCK
FUNK
POP
FLASHBACK
 
 
contador de visitas gratis