1
2
 
 
 
  Programação Normal
PlayList
 
 
Que bom ouvir a Rádio Tropical aqui tbm, essa rádio faz parte da minha vida! Todas as musicas que eu peço vcs tocam. Obg. Bjuu...
Fernanda - Rio Verde/GO
06/05/2019 - 16:13
-----------------------

Essa é a melhor Rádio da região, as musicas estão 100% melhores. A rádio do meu coração, que saudade de Porangatu!!...
Isabela - Brasília/Distrito Federal
30/01/2019 - 19:22
-----------------------

boa noite sou de Rio Verde Go gostaria muito da ajuda de vcs para reencontrar uma pessoa muito importante para mim que mora em Porangatu ela foi separada da família dela e consegui encontrar a família dela é ela voltou para Porangatu e depois perdi o contato com eles nome dela e Maria de Lourdes Lopes tem um filho hoje com média de 25 anos pelo nome de José Henrique ela era de Maurilandia Go A mãe da Maria de Lourdes se chama Sabina, tem um irmão pelo nome de Rui e outro pelo nome de Joã...
Edna Ribeiro - Rio verde/Go
09/12/2018 - 13:19
-----------------------

Rai Bom dia aqui de Goiânia ouvindo a tropical .matando saudade através de vocês. Rai admiro seu trabalho desde quando fazíamos o colegial. Parabéns.sucesso amigo. abracos pro Marcílio e toda equipe....
Andrea Cristina - Goiania/Goias
20/11/2018 - 7:50
-----------------------

------------------------

» Enviar recado

» Ver todos os recados
 
 
« Voltar

Vigilância Sanitária informou que estabelecimento não tinha autorização do órgão para fazer exames e que havia insumos vencidos, em Goiânia.

Por Rafael Oliveira, G1 GO

 



A Polícia Civil interditou, nesta segunda-feira (22), um laboratório de análises clínicas na Avenida Paranaíba, em Goiânia. A Vigilância Sanitária informou que já havia notificado e multado o estabelecimento há dois meses por realizar exames de coronavírus sem a licença necessária. Além disso, segundo o órgão, havia insumos usados nos testes que estavam vencidos e o dono do estabelecimento assinava os laudos, mesmo sendo veterinário.

O nome do laboratório não foi divulgado pelas autoridades sanitária e policial. Portanto, o G1 não conseguiu localizar a defesa do estabelecimento para se posicionar sobre as apreensões e a interdição.

Os policiais da Delegacia Estadual de Defesa do Consumidor (Decon) cumpriram mandados de busca e apreensão no laboratório, que possui autorização para fazer exames de DNA.

"Tem indícios de condutas graves que configuram crime. O dono não tem equipamentos adequados para fazer os exames. Ele não apresentou os laudos vindos do parceiro nem o nome do laboratório em São Paulo. Eles têm uma bióloga que nos revelou que a assinatura dela está entrando automaticamente nos laudos sem ela saber", pondera o delegado Gylson Mariano.

A Decon investiga o caso e pode indiciar o dono por exercício irregular da profissão, falsidade documental e crime contra a organização do trabalho.

Entre as irregularidades encontradas, o diretor da Vigilância Sanitária de Goiânia, Dagoberto Costa, destacou a existência de insumos usados no teste de coronavírus com prazo de validade vencido. O responsável pelo laboratório é veterinário, segundo o diretor, e assinava laudos sem a qualificação profissional devida e sem registro nos conselhos de classe.

"A gente notificou e autuou o local há dois meses e, além de não corrigir as irregularidades, continuaram funcionando. A atividade tinha sido suspensa enquanto não corrigiam os itens necessários. O laboratório resolveu fazer exames de coronavírus por causa da pandemia, mas sem ter alvará e o maquinário necessário. Eles precisavam de um responsável técnico, e o dono assinava os laudos sem poder, porque ele é veterinário", explica Costa.

Polícia Civil cumpre mandado de busca e apreensão em laboratório em Goiânia, Goiás — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Polícia Civil cumpre mandado de busca e apreensão em laboratório em Goiânia, Goiás — Foto: Polícia Civil/Divulgação

A primeira multa aplicada há dois meses foi de R$ 5 mil, segundo o diretor, e o estabelecimento foi multado novamente nesta manhã. O valor da nova autuação pode ser maior por se tratar de caso reincidente.

Segundo Dagoberto Costa, o proprietário alegou que os exames eram realizados em parceria com um laboratório de São Paulo, mas não apresentou em nenhum momento o nome do parceiro nem o contrato de terceirização das análises.

A fiscalização identificou também que o laboratório recebia material biológico humano pelos Correios, sem a adequada conservação e transporte das secreções.

 

Também foram flagradas irregularidades administrativas, como falta de equipamentos de proteção individual aos funcionários e problemas no manuseio e armazenamento de produtos tóxicos.

Veja outras notícias da região no G1 Goiás.

Laboratório não tinha licença para realizar exames de Covid-19, Goiás — Foto: Vigilância Sanitária/Divulgação

Laboratório não tinha licença para realizar exames de Covid-19, Goiás — Foto: Vigilância Sanitária/Divulgação

 
 
Acompanhe-nos através de suas redes sociais favoritas:
  
 
01   A GENTE FEZ AMOR
Gustavo lima
02   LIBERDADE PROVISÓRIA
Henrique e Juliano
03   GRAVETO
Marília Mendonça
04   COM OU SEM MIM
Gustavo Mioto
05   AMORECO
Simone e Simaria
06   LITRÃO
Mateus e Kauan
07   CHEIROSA
Jorge e Mateus
08   AGUA COM AÇÚCAR
Luan Santana
09   BARZINHO ALEATÓRIO
Zé Neto e Cristiano
10   AÍ EU BEBO
Maiara e Maraisa
 
Nenhuma enquete ativa para exibir!