1
2
3
4
5
 
 
 
  Programação Normal
PlayList
 
 
Quero mandar um bjao e a musica,,BarreirasBrunno Carvalho p efis cordeiro lima com amor e carinho,,obrigada...
karla reis - goiania/go
28/03/2020 - 11:11
-----------------------

Gostaria de pedir para que tocassem LAUANA PRADO (VOCÊ HUMILHA)...
Beatriz - Porangatu/Goiás
01/10/2019 - 19:53
-----------------------

Quero mandar um bjao e a musica,,barreiras com cantor bunno carvalho p eginaldo amorimmcom amor e carinho,,blz...
karla reis - goiania/go
01/07/2019 - 10:18
-----------------------

Que bom ouvir a Rádio Tropical aqui tbm, essa rádio faz parte da minha vida! Todas as musicas que eu peço vcs tocam. Obg. Bjuu...
Fernanda - Rio Verde/GO
06/05/2019 - 16:13
-----------------------

Essa é a melhor Rádio da região, as musicas estão 100% melhores. A rádio do meu coração, que saudade de Porangatu!!...
Isabela - Brasília/Distrito Federal
30/01/2019 - 19:22
-----------------------

boa noite sou de Rio Verde Go gostaria muito da ajuda de vcs para reencontrar uma pessoa muito importante para mim que mora em Porangatu ela foi separada da família dela e consegui encontrar a família dela é ela voltou para Porangatu e depois perdi o contato com eles nome dela e Maria de Lourdes Lopes tem um filho hoje com média de 25 anos pelo nome de José Henrique ela era de Maurilandia Go A mãe da Maria de Lourdes se chama Sabina, tem um irmão pelo nome de Rui e outro pelo nome de Joã...
Edna Ribeiro - Rio verde/Go
09/12/2018 - 13:19
-----------------------

Rai Bom dia aqui de Goiânia ouvindo a tropical .matando saudade através de vocês. Rai admiro seu trabalho desde quando fazíamos o colegial. Parabéns.sucesso amigo. abracos pro Marcílio e toda equipe....
Andrea Cristina - Goiania/Goias
20/11/2018 - 7:50
-----------------------

------------------------

» Enviar recado

» Ver todos os recados
 
 
« Voltar

Estado tem mais de 56 mil moradores com coronavírus.

Por Vitor Santana, G1 GO

 

 

Estudos apontavam que pico da Covid-19 deve terminar hoje, em Goiás
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
00:00/04:58
 
 
 
 

Estudos apontavam que pico da Covid-19 deve terminar hoje, em Goiás

O secretário de Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, informou nesta segunda-feira (27) que o estado está passando pelo pico de casos de Covid-19 e que a situação deve se estabilizar esta semana. Porém, a professora de medicina Érica da Silveira, da Universidade Federal de Goiás (UFG), considera que os casos ainda estão com uma expansão ‘a galope’.

Goiás registrou até domingo (26), data em que o último balanço da Secretaria Estadual de Saúde (Saúde) foi divulgado, mais de 56 mil casos e 1.392 mortes devido ao coronavírus. Outros 114 mil registros são considerados como suspeitos.

“Acreditamos que estamos vivendo o pico e que esse pico se estabilize e vire um platô ao longo desse semana. O platô significa que o número de casos diários tende a permanecer o mesmo”, disse o secretário.

Goiás tem mais de 56 mil casos de Covid-19 — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Goiás tem mais de 56 mil casos de Covid-19 — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Alexandrino afirmou ainda que aglomerações e o desrespeito às regras de proteção e higienização podem agravar a situação.

 

“O não uso do álcool gel e da máscara em algumas atividades, como temos visto, sobretudo em bares e restaurantes, nos preocupa. Isso vai ser fator determinante. Então, mais do que nunca, a população precisa contribuir, fazer a sua parte”, disse o secretário.

 

O secretário relatou que a taxa de ocupação das UTIs dedicadas ao tratamento da Covid-19 está em 81% nesta segunda-feira. Porém, esse índice só está nesse patamar porque foram inaugurados quase 30 novos leitos em hospitais de Anápolis e São Luís de Montes Belos. Caso contrário, o percentual ultrapassaria os 90%, conforme calcula o secretário.

Confira projeções de pesquisadores da UFG sobre avanço do coronavírus em Goiás
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
--:--/--:--
 
 
 
 

Confira projeções de pesquisadores da UFG sobre avanço do coronavírus em Goiás

 

Crescimento 'a galope'

 

A professora Érika Silveira aponta que o grande aumento de casos é alarmante.

 

“Nós não temos mais no estado de Goiás uma curva epidêmica, nós temos um foguete”, disse a professora.

 

Ela pontua ainda que os números de casos e mortes até o momento confirmam as projeções feitas pelos estudos da UFG, que previam o pico da doença na segunda quinzena de julho. "É provável que, devido à baixa taxa de isolamento social, a gente continue com esses casos e número de óbitos crescentes, a galope, dessa forma que está”, disse.

O estado chegou a decretar o funcionamento alternado do comércio, fechando 14 dias e depois reabrindo pelo mesmo período. Porém, após o prazo com os estabelecimentos fechados, um novo decreto permitiu a reabertura sem previsão para nova interrupção das atividades.

A professora da UFG viu essa mudança como algo preocupante, pois em vários países a retomada das atividades foi gradual, enquanto em Goiás ela aconteceu de uma vez e sem um tempo para observar como foi o crescimento dos casos durante o período.

“Aqui no estado, a gente teve um panorama muito bom de fechamento em março, o que impactou em um número baixo de casos no mês de abril. A partir de maio, quando se quebra esse isolamento social, a gente cai para abaixo dos 38% de isolamento, a gente começa a observar essa escalada de casos e de óbitos e, agora, nos últimos 14 dias após essa reabertura, a gente está vendo essa questão do aumento absurdo”, completou.

 
 
Acompanhe-nos através de suas redes sociais favoritas:
    
 
01   LIBERDADE PROVISÓRIA
Henrique e Juliano
02   GRAVETO
Marília Mendonça
03   COM OU SEM MIM
Gustavo Mioto
04   A GENTE FEZ AMOR
Gustavo Lima
05   AMORECO
Simone e Simaria
06   AINDA TO AÍ
Eduardo Costa
07   BARZINHO ALEATÓRIO
Zé Neto e Cristiano
08   LITRAÕ
Mateus e Kauan
09   CHEIROSA
Jorge e Mateus
10   SAUDADE SUA
Gustavo Lima
 
Nenhuma enquete ativa para exibir!