1
2
3
4
5
6
 
 
 
Musicas
Início: 05:00 - Término: 07:00
» Ver toda programação
» Peça sua música
 
 
 
 
« Voltar

Erudito lembra que “membros do clero foram determinantes no desenvolvimento da ciência moderna durante séculos”.

O físico Ian Hutchinson, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), participou recentemente do evento promovido pela Veritas Forum com o tema “A ciência pode explicar tudo?”. O encontro acadêmico foi realizado na Universidade Quinnipiac.
A afirmação de que ciência e religião são incompatíveis é um “mito” e “nega a história”, segundo Hutchinson, professor de Ciência e Engenharia Nuclear do MIT. Durante sua palestra, ele argumentou que a ideia corrente de que a ciência e a fé estão em conflito era incorreta e rejeitada pelos eruditos especializados em história da ciência.
“Isso foi completamente desmentido pelos historiadores da ciência nos últimos 50 anos. Cristãos sérios, incluindo membros do clero foram determinantes no desenvolvimento da ciência moderna durante séculos”, lembrou o físico que possui vários prêmios. “Mas o mito ainda exerce poderosa influência tanto sobre os secularistas quanto sobre os cristãos. É sustentado por uma afirmação frequente de que não há evidências para o cristianismo, mas isso não é verdade.”

Segundo lembrou Hutchinson, embora ciência não possa “provar” todas as afirmações do cristianismo, ela também não pode responder a todas as questões sobre a existência. Para a surpresa de muitos dos presentes, disse que, durante sua carreira, não encontrou um ambiente acadêmico completamente ateu.
“Você pode pensar que o MIT, porque é um grande ‘templo’ da ciência e da tecnologia, seria um lugar sem Deus. Bem, não é. Há muitos cristãos e pessoas de diferentes crenças, tanto no corpo docente como entre os estudantes e funcionários”, continuou.

Durante o evento da Veritas, Hutchinson anunciou que está lançando um livro sobre o assunto, chamado “Pode um cientista crer em milagres? Respondendo a perguntas sobre Deus e Ciência”. Ele reuniu o que considera os questionamentos mais comuns e procura mostrar na obra que ciência e cristianismo “se apoiam mutuamente e são intelectualmente consistentes”.
Pesquisa mostra que maioria discordaA ideia de que ciência e religião são incompatíveis foi analisada em uma pesquisa da Rice University. Eles descobriram que apenas 15% concordavam com essa afirmação.
A socióloga Elaine Howard Ecklund, líder do estudo, afirmou que a maioria dos entrevistados acredita que a religião e a ciência “às vezes” entram em conflito.
“Nossa pesquisa descobriu que uma mesma pessoa pode ter visões diferentes, dependendo do assunto tratado. É muito importante dissipar o mito de que as pessoas acreditam que a religião e a ciência estão em conflito. Essa questão tem muitos pontos de vista distintos”, explicou. Com informações Christian Post

 
Peça sua música! Clique aqui.
 
 
Acompanhe-nos através de suas redes sociais favoritas:
 
Nenhuma enquete ativa para exibir!
 
 
publicidade lateral