1
2
3
4
 
 
 
  Programação Normal
PlayList
 
publicidade lateral
 
Oi boa noite meu nome é wederson É perdi minha carteira com todos os documentos nas proximidades da cobraice.. favor quem a encontrou entrar em contato com esse número 27998393822 Muito obrigado...
Wederson - Braço do rio/ES
23/06/2019 - 20:29
-----------------------

Olá bom dia amigos. Apesar de esta longe. Trabalhando no Rio de Janeiro. Mesmo assim continuo ligado nas ondas da Barcos FM através da Net.. mando um alô pra toda minha família e amigos que estão ai....
Marlucio da Silva (Tim) - Braço do Rio/ES
03/09/2018 - 7:11
-----------------------

Bom dia , galera aqui de vitoria ta todo mundo longe de casa mas ligados na @barcos_fm . Queria mandar um abraço para minha mae Célia , minhas irmans Bruna reis, isabela reis e tâmissa valeeeu Valor do cheque (400,00)...
Gabriel - Vitoria/Es
29/08/2018 - 11:36
-----------------------

Meu amigo Girlandio bom dia toca ai uma música de netinho mina, abraços para todos ouvintes e vc meu brother...
Rafael - Sooretama/Espírito Santo
25/03/2018 - 10:51
Resposta: Boa Tarde. Providenciaremos neste momento o seu pedido.
-----------------------

Mande um abraço pra mim 😊...
Elaine Aguilar - Camanducaia/Minas Gerais
25/03/2018 - 10:11
Resposta: Boa Tarde. Providenciaremos neste momento o seu pedido.
-----------------------

Grande abraço para meu amigo Girlandio, sucessos meu amigo...
Rafael Santos Brito - Pinheiros/Es
04/03/2018 - 10:28
Resposta: BOM DIA ! OBRIGADO MEU AMIGO !
-----------------------

Bom dia galera massa. Vai uma sugestão, quando passar a música sopa da sogra gravado pelo trio Chapahalls, dar uma moral o compositor da nossa cidade o famoso VALENTIM DO QUIABO. Parabéns pelo artista. Abraço a todos ouvintes e locutores....
Jair Silva - Braço do Rio/Espírito Santo
16/01/2018 - 12:01
Resposta: Ok. Abraço e tenha um Bom Dia.
-----------------------

Um grande abraco para o loucutor wedson pessoa muito especial para toda a familia dele da um beijo na vo darci e no vovo^,uma musica por amor do catedral....
Cristina - Cariacica/Es
20/12/2017 - 12:47
Resposta: Ok, obrigada e tenha um ótimo dia.
-----------------------

Poderiam mandar um beijo para minha Mãe Sirene, da Santa Rita. Abraços para dona Maria, dona Penha, Penha, Sérgio e Buiú. Também para Ronaldo, Zé Antônio, dona Antônia do Bairro Pinheiro. Sempre na escuta. Fabio....
Fabio Alves Correia - Santos/São Paulo
12/10/2017 - 19:02
Resposta: Obrigado por participar conosco pelo site. Tenha um bom dia.
-----------------------

Gostaria de fala que conceiçao da barra e umas das cidade mais organizada,estruturada e mais lindo do estado parabens !...
VALMIR JULIVAN - Mucuri/Bahia
23/06/2017 - 15:32
Resposta: Obrigado por participar conosco pelo site. Tenha um bom dia.
-----------------------

Geronimo Regina quer falar com você ligar pra Regina 73999574949....
Regina - Mucuri/Bahia
04/05/2017 - 9:26
Resposta: Obrigado por participar conosco pelo site. Tenha um bom dia.
-----------------------

Olá pessoal a partir de hoje estarei com vocês também aqui pelo site da Barcos Fm respondendo todos os recados de vocês. Mande seu recadinho e peça sua música....
LUCIANO FAGUNDES - BARCOS FM/CONCEIÇÃO DA BARRA
24/03/2017 - 14:20
Resposta: Obrigado por participar conosco pelo site. Tenha um bom dia.
-----------------------

QUERO MANDAR UM ALOR A TODA GALERA DE BDR...PRICIPALMENTE PROS MEUS PAIS E IR MAO.QUE MORAM AI NO BAIRRO CONCEIÇAO.NOME DO MEU PAI E JOSE MANOEL QUEIROZ E DONA JANETE CONHECIDA COMO FIA.IRMAO JIUSIM.......
leandro de araujo queiroz - linhares es/es
09/03/2017 - 22:14
Resposta: Obrigado por participar conosco pelo site.
-----------------------

Bom dia fernando gostaria de parabenizar as mulheres hoje pelo o seu dia nao so hoje mas todos os dias. Gostaria de tambem mandar um abraco meu pai Adriano na cobraice e todos os meus familiares tambem de la .. #BomdiaBarcos #Hoje_tem_mengao_kkk...
Edison - Serra/Espirito Santo
08/03/2017 - 10:14
Resposta: Obrigado por participar conosco pelo site.
-----------------------

BOM DIA A TODOS QUE ESTAO OUVINDO A RADIO BARCOSFM E TODOS OS FAMILIARES DA MINHA MULHER RENILDA. GOSTARIA DE MANDAR UM ABRAÇO AOS MEUS CUNHADOS: LUCAS CABELEIREIRO, FANIA DA CLICK FOTOS, JACY POSTO DA COBRAYCE E A TODOS OS MEUS FAMILIARES E AMIGOS DE BRAÇO DO RIO. ESTE SÃO OS FOTOS DE SEU AMIGO ANDERSON DO DETRAN...
ANDERSON - CONCEIÇÃO DA BARRA/ES
17/12/2016 - 9:48
Resposta: Obrigado por participar conosco pelo site.
-----------------------

Bom dia! Eu e minha família estamos aqui para pedir a quem viu ou estiver com um cachorrinho branco da raça Maltês (está tosado)chamado Tedy, favor devolver que será bem recompensado, pois este bichinho pertence ao meu filho Heithor uma criança que está em um estado de tristeza pela falta do mesmo. Informações favor ligar para (27) 99998 0342...
Nivia da Cobraice - cobraice - Conceição da Barra/ES
05/12/2016 - 9:30
Resposta: Obrigado por participar conosco pelo site.
-----------------------

Aló galera de Braço do Rio, um abraço! "Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil. Hebreus 13:7...
João Garcez - Santa Cruz de Cabralia/Bahia
02/07/2016 - 20:22
Resposta: Obrigado por participar conosco pelo site.
-----------------------

boa tarde estou a procura dos meus paretes que não tenho noticia há mais de 45 anos.. meus pais Diocleciano Francisco de oliveira e armelina maria de jesus meus irmãos antonio Francisco de oliveira,otacilo Francisco de oliveira,aurino Francisco de oliveira,jose Francisco de oliveira joao Francisco de oliveira,diodeuza maria dejesus, albetina apelido sinhazinha,tiadulina maria de jesus, ateuvitamaria de jesus,sobrinhosjornades,adauzijo,ereni,todos morava em Pedro canário e companhia paulista por ...
gerson de oliveira - querencia do norte/parana
23/06/2016 - 13:24
Resposta: Obrigado por participar conosco pelo site.
-----------------------

bom dia amigo olha perdi minha carteira e meu celular no sabado dia 26/03/2016 perto da pousada quebra mar, a carteira recuperei no dia sequinte ja o cel nao recuperei e mandei bloquear, venho pedir q vc possa anuciar que dou uma recompensa de 200,00 reais pelo cel ja que esta bloqueado e a pessoa nao vai poder usar, desde ja agradesco abracos.......
rhauly apelfeler rodrigues - colatina/es
30/03/2016 - 9:35
Resposta: Obrigado por participar conosco pelo site.
-----------------------

Queria mandar um beijo pra todos que estão ouvindo a radio e principalmente pra uma pessoa anonima! que foi e sempre sera muito especial na minha vida, e por mais que eu nao possa esta com ela, sei que ela esta feliz ao lado de outra! quero pedir a musica sentimento louco de Marília Mendonça!...
Adrielly Alves - Ipatinga/MG
22/03/2016 - 13:26
Resposta: Obrigado por participar conosco pelo site.
-----------------------

------------------------

» Enviar recado

» Ver todos os recados
 
publicidade lateral
 
 
« Voltar

O governador do Espírito Santo, Paulo Hartung foi entrevistado pelo jornal Valor, de São Paulo e foi disponibilizada pelo site do Governo do Estado

Na entrevista Paulo Hartung se propõe a participar de uma ofensiva final pela reforma da Previdência ainda no governo Temer. Para Hartung, há vários mitos que ajudam a travar a tramitação da emenda, que está parada na Câmara dos Deputados há três meses, em decorrência da crise provocada pela delação do empresário Joesley Batista, que colocou em xeque a continuidade do governo.


Para Hartung, estão subestimando o presidente, ao confundirem a dificuldade de Temer em falar para fora do mundo oficial de Brasília, em razão da sua altíssima impopularidade, com a tarefa de articulação no Congresso. O governador coloca o presidente no centro do processo para viabilizar a tramitação da emenda no Legislativo.


Segundo o governador, a ampla rejeição da sociedade à reforma pode ser desmontada, mesmo que a tramitação da emenda não se conclua este ano e avance nos primeiros meses de 2018. De acordo com Hartung, as consequências da gravidade da crise fiscal ainda não foram comunicadas com eficiência à opinião pública, e aí sim esta seria uma tarefa compartilhada pela classe política alinhada à tese como um todo.


Hartung minimiza neste sentido a capacidade dos adversários da reforma de constranger a base política do governo. Para ele, dificilmente haverá retaliação do eleitor ao parlamentar que aprovar a reforma da Previdência.

Hartung se define como social-democrata em questões sociais e liberal do ponto de vista da economia. Apego a um partido não é seu forte. Começou a vida política no PMDB, mas já pertenceu ao PTB, PPS, PSDB e PSB, antes de retornar à sua sigla de origem, de onde promete sair em breve. A seguir alguns trechos da entrevista, realizada no Palácio Anchieta dia 16.


Valor: A ampliação da previsão de déficit na meta fiscal permite a redução do contingenciamento. Isto abriu o caminho para retomar a tramitação da reforma previdenciária no Congresso? 

 

Paulo Hartung: Primeiro o Congresso tem que discutir a nova meta, evidentemente que eu não desejaria como cidadão e como governador uma nova meta. A meta anterior já representava um déficit monumental para a economia que o nosso país tem. E por que teve que mudar a meta? porque a economia não reagiu como as autoridades federais achavam que ela ia reagir e consequentemente você teve frustração de receita. É muito ruim para o País continuar gastando acima do que tem. A população brasileira precisa se apropriar da informação de que o país gasta mais do que tem em um volume que é desorganizador da sociedade. Eu acho que com meta, sem meta, com uma mudança de meta ou não, nós só temos o caminho de reformar o nosso país. Eu tenho pedido voto aos parlamentares. Ou apóia isso ou a cada ano teremos saudade do ano anterior. A situação é gravíssima. Estamos em guerra. O presidente tem capacidade de articulação extraordinária, ninguém vai suprir este papel"


Valor: Mas o presidente Michel Temer, com a crise política que atravessa, não perdeu a legitimidade para conduzir este debate?


Hartung: No presidencialismo em geral, e no presidencialismo brasileiro em particular, com este formato da Constituição em nosso País, o presidente tem uma capacidade de articulação extraordinária, independente da conjuntura política e das avaliações daqui ou acolá. O presidente tem capacidade junto às instituições públicas, de maneira geral, particularmente com o Congresso Nacional. Ninguém vai suprir este papel. Ninguém. Acho que muitos dos meus companheiros governadores e lideranças da sociedade tem consciência dessa realidade e sabe que o País não volta a ficar de pé com este sistema de previdência público e privado. Todos temos papel a cumprir


Valor: Temer é frequentemente descrito como um governante em estado terminal, sem capital político. Estão o subestimando?


Hartung: Muitas vezes você tem algumas análises que confundem a capacidade de um presidente no Brasil de dialogar e mobilizar a sociedade, de motivá-la, com a capacidade do presidente de articulação no Congresso, na esfera institucional da política. Muitas vezes há um presidente com uma dessas capacidades, mas sem a outra. São coisas absolutamente distintas. O presidente em um presidencialismo como o brasileiro tem muita força, muito espaço de articulação junto ao Congresso Nacional. O que é um trabalho de todos nós é conversar com a sociedade. Olhar no branco do olho de cada um no Brasil, falar que a situação é gravíssima e mostrar uma agenda que conserte o Brasil. Nós precisamos do exercício de uma liderança coletiva e responsável para vacinar o país de um pescador de águas turvas que venha prometer soluções fáceis para problemas absolutamente complexos.


Valor: Em momento algum a reforma teve os 308 votos nas projeções feitas no Congresso. Esta resistência se deve apenas à impopularidade natural do tema?


Hartung: Discordo que o panorama fosse esse antes da delação da JBS [no dia 17 de maio]. Houve um momento em que se falava que o número para aprovação da reforma tinha sido atingido. Tinha alguma coisa, inclusive com margem. Superava um pouquinho e dava segurança. Estou falando isso para não criarmos mitos. É claro que é possível ter esta maioria na Câmara, desde que a gente construa uma narrativa. Os defensores dos privilégios são muito organizados, os grupos de pressão sempre tiveram essa força. Fizeram narrativas bem montadas. Mas o debate público não está mais interditado no Brasil. Tem um confronto de narrativas que pode ser feito. O congressista quando chega na base vai ser pressionado, e daí? não é moleza. Se fosse moleza, já tinha sido feito O que precisamos é de fazer uma narrativa do interesse nacional.


Valor: Limitar a reforma da previdência apenas ao seu ponto mais importante, que é o da criação de um limite de idade para as aposentadorias está de bom tamanho?


Hartung: O limite de idade é um grande passo. Ele coloca um debate importante no Brasil. A população está vivendo mais e melhor, pelos avanços da ciência, pela melhoria das condições de vida e assim por diante. Nós não temos como continuar aposentando profissionais com 50 anos de idade. Não tem sustentação este sistema previdenciário. Não ter dinheiro vai cortar aposentadoria dos atuais aposentados e dos futuros. A gente olha o que aconteceu em Portugal e na Grécia.


Valor: O senhor não receia que o Congresso construa uma solução que só resolve o problema da União e deixa os Estados ao relento?


Hartung: Uma vez aprovando lá, fica mais fácil mexer aqui [no Espírito Santo]. Pelo que está em discussão, lá [em Brasília] estão incluindo os servidores estaduais e os municipais. Nós vamos ter um prazo para aderir as reformas. Você criando a norma federal, cria um balizamento para fazer a discussão em todas as regiões. A norma de lá nos dá seis meses para aderir, e é uma boa norma. A gente não pode se iludir. Uma retomada agora no País é de curta duração, com os problemas que temos"


Valor: Há clima para aprovar a adaptação da reforma no Espírito Santo? Passa na Assembleia em pleno ano eleitoral?


Hartung: Eu vou dizer à sociedade capixaba e à Assembleia da necessidade de se aprovar, se for necessário. O papel da liderança não é ficar ao sabor da correnteza, se ela claramente está levando para o despenhadeiro. O papel da liderança é falar a verdade para a população. Submeter isso ao calendário eleitoral vale em tempos de paz, não vale em tempos de guerra. Estamos com um nível de desorganização na sociedade brasileira brutal. Olhe os problemas fiscais que estamos vendo nos Estados. Esta situação é que tem que nos motivar a mudar este quadro.


Valor: A situação se agravou no Espírito Santo?


Hartung: A folha de pagamento de ativos e inativos subiu 65% entre 2010 e 2014, quando estive fora do governo, enquanto a inflação foi de 27%. Não tivemos espaço para conceder nenhum tipo de recomposição salarial. Estamos desde então com o sinal amarelo na Lei de Responsabilidade Fiscal. É um sinal para se parar o carro, o próximo é o sinal vermelho. Aqui no Espírito Santo estamos com todas as contas em dia. A Justiça tinha desenquadrado e voltou a se enquadrar na lei da responsabilidade fiscal. O Ministério Público está dentro do limite. Todas as instituições públicas estão. A nossa folha de pagamentos está sendo paga no mês trabalhado. Conseguimos instituir agora o auxílio-alimentação, com a folga que tivemos.


Valor: O trauma da greve violenta da polícia, em fevereiro, que durou três semanas, não comprovou que o ajuste fiscal no Estado chegou ao seu limite?


Hartung: Não. Estamos fazendo, temos um comitê de gastos, revisitando todos os contratos permanentemente. É um mito, é fantasioso, é lenda, achar que se chegou a um limite que não pode gastar mais. Custeio tem que olhar todo dia. Este benefício do auxílio-alimentação que criamos agora é universal, não está complementando a uma ou a outra categoria, mas só damos passo do tamanho da nossa perna. O que estamos fazendo é compatível com a nossa capacidade de pagamento. Vamos continuar com o controle absoluto da despesa. Eu acho que o pior da crise nós já passamos, mas não saímos do deserto. Tivemos um pequeno sinal de melhora na receita no Estado, mas a gente não pode se iludir com isso. O país saindo do pior da crise agora não pode se acomodar.


Valor: Então em sua opinião a recuperação no País não permite muito otimismo


Hartung: É preciso ter clareza do seguinte: o país voltando a crescer um pouquinho agora não pode se acomodar. Este crescimento que pode voltar agora é um voozinho de galinha e precisamos falar isso para a população. Para que isso seja minimamente sustentável, nós precisamos fazer as reformas estruturadoras para a nossa sociedade. A gente não pode, por causa de uma reação tímida, se iludir, repito. Uma retomada agora no país é uma retomada de curta duração, com os problemas estruturais que nós temos. Precisamos enfrentá-los, modernizando o País.

 

Matéria produzida pelo jornal Valor Econômico. Por César Felício

 
Peça sua música! Clique aqui.
 
 
Acompanhe-nos através de suas redes sociais favoritas:
    
 
01   NÃO FALA NÃO PRA MIM BB
Humberto e Ronaldo feat Jerry Smith
02   MULHER MARAVILHA
Zé Neto e Cristiano
03   DIM DIM
Ludmilla
04   PODE ME BLOQUEAR
Aldair Play Boy
05   VOCÊ ME CONQUISTOU
Bruninho
06   AVISA QUE CHEGUEI
Naiara Azevedo (part Ivete Sangalo)
07   AMANTE NÃO TEM LAR
Marília Mendonça
08   PARADINHA
Anitta
09   MODÃO DÚIDO
MichelTeló
10   NA CONTA DA LOCURA
Bruno e Marrone
 
Nenhuma enquete ativa para exibir!
 
 
publicidade lateral