1
2
3
4
5
 
 
 
BATIDÃO SERTANEJO
Início: 16:00 - Término: 19:00
Com: FABRÍCIO MINEIRO
» Ver toda programação
» Peça sua música
 
 
 
 
« Voltar

Segundo as investigações, com o valor atualizado, o sobrepreço causado pelas irregularidades ultrapassa R$ 36 milhões.

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF-GO) denunciou o ex-presidente da Valec, José Francisco das Neves, conhecido como Juquinha das Neves, Ricardo Queiroz Galvão, ex-presidente da Construtora Queiroz Galvão, e além de ex-diretores e executivos das duas empresas por crimes como formação de cartel e fraudes na licitação na contrução de trecho da Ferrovia Norte-Sul, em Goiás. De acordo com as investigações, a obra teve sobrepreço na época de mais de R$ 8,5 milhões. Atualizado, o valor ultrapassa os R$ 36 milhões.

Além dos ex-presidentes das empresas, foram denunciados Ulisses Assad e Luiz Carlos de Oliveira Machado, ex-diretores de engenharia da Valec, e os diretores José Ivanildo Santos Lopes, Rui Vaz da Costa Filho, Rui Novais Dias, Luiz Ronaldo Cherulli e José Roberto Tanouss de Miranda.

O G1 entrou em contato com a Valec engenharia e aguarda um posicionamento. A defesa do ex-presidente da Valec, Juquinha das Neves, não atendeu às ligações.

Já a assessoria de imprensa da Queiroz Galvão informou que a companhia "não vai comentar o caso". Os advogados dos demais envolvidos não foram localizados até a última atualização desta reportagem.

Os executivos são investigados pela Operação Tabela Periódica, deflagrada em junho de 2016. As investigações começaram como um desdobramento da Operação Lava Jato e da O Recebedor.

A denúncia aponta que houve formação de cartel, fraude em licitação e sobrepreço na construção de um trecho de 12 km da ferrovia, entre o Porto Seco de Anápolis e a cidade de Campo Limpo.

De acordo com as investigações, o edital para seleção das empresas que fariam a obra foi elaborado com exigencias que limitaram a competição entre os interessados. Esses itens do contrato eram elaborados após acordo entre as empresas que faziam parte do cartel.

Os denunciados vão responder por crimes como formação de cartel, fraudes em licitação e peculato. Além disso, o Ministério Público Fedearl pede que sejam devolvidos quase R$ 36,2 milhões, como reparação aos danos causados.

 
Peça sua música! Clique aqui.
 
Acompanhe-nos através de suas redes sociais favoritas:
      
 
01   RACYNE E RAFAEL
Em suas mãos
02   SOM DE FACULDADE
Xiu
03   Zé RICARDO E THIAGO
04   LAUANA PRADO
Um Sonhador
05   BRENDO SALES
Pai da Bagaceira
06   DIEGO E VICTOR HUGO
Beijo de Glicose
07   BRENO REIS E MARCO VIOLA
Comitiva do Tião
08   ANDREZA
Película de Vidro
09   JADS E JADSON
Letras Garrafais
10   PAULO PIRES
Pra te Chamar de Namorada
 
Nenhuma enquete ativa para exibir!