1
2
3
 
 
 
  Programação Normal
PlayList
 
 
publicidade lateral
 
Uma boa tarde...
Ednete Almeida - Fortaleza/CE
24/05/2021 - 15:06
-----------------------

Boa tarde, um alô especial para Difusora Cristal...
Adriana - Quixeramobim/CE
06/05/2021 - 15:36
-----------------------

Bom dia a todos da Difusora Cristal, ótimo programa, estou sempre ligado! ;)...
Reinaldo Alves - Quixeramobim/CE
30/04/2021 - 10:03
-----------------------

Sou ouvinte da Difusora Cristal, a melhor da região!...
Aurenice - Quixeramobim/CE
26/04/2021 - 11:35
-----------------------

Bom dia Getúlio, tudo bem meu amigo, Aki ouvido os anos carregados, se for possível toda Nilton Cesar, a namorada que sonhei, obrigado, boa Páscoa, fica com Deus....
Junior Sousa - São Paulo/São Paulo
04/04/2021 - 8:40
-----------------------

Estou aqui no sofá assistindo vcs ao vivo Ouvindo esse hino maravilhoso Ofereço todos São Belnt o Veneza a todos vcs paróquia um abraço...
Goret - Jundiaí/São Paulo
14/03/2021 - 12:00
Resposta: Agradecemos a participação !
-----------------------

------------------------

» Enviar recado

» Ver todos os recados
 
publicidade lateral
 
 
« Voltar

Unidades são a principal porta de entrada de casos moderados e graves na rede pública de saúde



Os casos de Covid-19 continuam recuando no Ceará após o pico da segunda onda, no mês de abril. Nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), principal porta de entrada de casos moderados e graves, a positividade de testes caiu 11 pontos percentuais entre maio e junho.

 

Em maio, 45,6% dos diagnósticos se confirmavam. Em junho, o percentual caiu para 34,2%. Até o dia 14 de julho, houve nova redução para 24%, embora os dados da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), sejam preliminares.

Em Fortaleza, a queda foi mais acentuada: passou de 31,6% para 18%, entre maio e junho. Já no Interior, apesar de também haver diminuição, o valor segue acima da média estadual: passou de 52,5% para 42,6%.

 

Em julho, até o momento, a positividade das duas regiões está em 10,7% e 34,1%, respectivamente.

Segundo o secretário estadual da Saúde, Dr. Cabeto, a queda de confirmações também é acompanhada pela menor gravidade dos casos. Ele explica que isso pode ser reflexo da vacinação contra a doença ou a ação de outros vírus respiratórios em circulação, sem ser o Sars-Cov-2.

 

Na tarde do último sábado, das 29 UPAs monitoradas pelo IntegraSUS em todo o Estado, 16 não tinham pacientes Covid-19. As outras 13 somavam, juntas, 19 pacientes - apenas 0,03% de ocupação dos 589 leitos disponíveis nessas unidades.

O indicador da positividade é importante para monitorar os pontos de assistência, mas o número absoluto de casos caiu ainda mais expressivamente:

 

A epidemiologista, pesquisadora e professora da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Thereza Magalhães, recomenda que a assistência especializada seja buscada desde os primeiros sintomas, já que o agravamento do caso pode ocorrer até a segunda semana.

 

“Mas algo que até hoje é desafiante é quando o paciente já está no hospital e sua respiração vai piorando. Muitos acreditam que irão morrer e isso aumenta sua ansiedade e piora ainda mais sua oxigenação”, lembra a especialista.

 

Ela destaca a importância de o paciente e a família serem bem orientados quanto à doença e ao tratamento. “Não deitar em cima dos pulmões e beber muito líquido é uma orientação fácil de ser seguida e que ajuda muito”, afirma.

 
 
publicidade lateral
 
Acompanhe-nos através de suas redes sociais favoritas:
  
 
QUAL SUA NOTA PARA NOSSO SITE?
RUIM
REGULAR
MUITO BOM
 
 
publicidade lateral